SAÚDE: Duas verdades sobre tinta de cabelo

Nunca desfrisar ou retocar e depois pintar no mesmo dia

Não é por acaso que todos os cabeleireiros recomendam nunca fazer química (especialmente alisamentos ou relaxamentos) e pintar no mesmo dia.

O motivo é que, na maioria das vezes, os produtos utilizados nesses procedimentos são incompatíveis, podendo provocar sérios problemas: como brusca queda capilar, ressecamento intenso dos fios, deterioração capilar, etc. O indicado é fazer a química primeiro e somente após duas semanas pintar os fios. Quem determina esse intervalo geralmente é o cabeleireiro, de acordo com as características específicas do cabelo e do procedimento realizado.

2. Tinta de cabelo pode provocar alergia

Com o passar dos anos e constante exposição às tinturas, aumenta-se o risco de desenvolver alergias com relação às tintas para cabelo. Outro factor de risco é uma predisposição do organismo quanto a reacções alérgicas a determinados componentes. Para evitar essas reacções, é fundamental utilizar uma tintura de máxima qualidade e marca confiável, seja em casa ou no salão de beleza. Sempre que usar a tinta, também deve ser feito o teste de alergia (conforme instruções do rótulo), sendo necessário esperar um período entre 24 e 48 horas antes de aplicar a tinta no cabelo todo. Pessoas com pele ou couro cabeludo sensíveis devem consultar um dermatologista antes de começar a utilizar a tinta e priorizar o uso de uma única marca. Essas informações deixam claro que, em alguns casos, a tinta de cabelo faz mal para a saúde. No entanto, tomando as devidas precauções, é possível evitar esses problemas.

Fonte: http://blog.darom.com.br/ tinta-de-cabelo-faz-mal-para-a-saude

Classifique este item
(0 votes)