Erosão ameaça “engolir” alguns bairros da Matola

A força da água da chuva tem trazido transtornos para moradores de alguns bairros do município da Matola. Sikwama, Matola “C”, Mussumbuluco, Malhampswene, Bunhiça e Nkobe são exemplos disso. Estão com algumas ruas intransitáveis, crateras que ameaçam vias de acesso e residências.

A terra está a ceder à erosão e os munícipes estão em alerta. Alguns tentam conter a fúria das águas com entulho de pedra, ainda que reconheçam que o esforço pode ser em vão porque quando a chuva vem “varre” tudo o que encontra pela frente.

Em alguns casos, a solução passa pela instalação de sistemas de drenagem, que possam escoar a água da chuva para os rios. Esta ideia é defendida por um especialista ouvido pelo domingo e também sugerida em uníssono pelos moradores dos bairros afectados, que convivem com o drama que é agravado sempre que chove.

Trata-se de um problema que se alastra desde as cheias do ano de 2000. Perante o cenário, reclamam que pouco ou nada foi feito para travar o fenómeno. Outros relatam situações recentes, mas que em pouco tempo vêm ganhando contornos alarmantes. Leia mais...

Texto de Hercília Marrengule

Classifique este item
(0 votes)