O exemplo que pode vir da Assembleia da República

Esta é a estreia desta coluna. O tema que pretendo abordar julgo ser preocupação de muitos cidadãos moçambicanos e não só que têm assistido às sessões plenárias da Assembleia da República, órgão representativo, legislativo e fiscalizador da acção governativa.

O confinamento a que estamos sujeitos devido às medidas restritivas para conter a propagação da pandemia da covid-19 tem o condão de juntar famílias à televisão para ver programas de entretenimento ou conteúdos noticiosos.

Até aí tudo bem, porque as pessoas aproveitam para se informarem sobre o pulsar da vida sociopolítica e económica do país. Aliás, há famílias que aconselham os filhos a privilegiarem conteúdos informativos nas distintas televisões do país como forma de cultivar o seu intelecto. Leia mais...

Por Domingos Nhaúle

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

Classifique este item
(0 votes)