CARTA DOS LEITORES

domingo publica cartas, através das quais o estimado leitor partilha reflexões sobre alguns temas da actualidade, nomeadamente, sociais, culturais, políticos e económicos. Os textos originais não devem exceder 250 palavras e podem ser enviados para os seguintes endereços: Rua Joe Slovo, 55, Caixa Postal 327, cidade de Maputo ou This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Nos centros de saúde é onde há mais aglomerados

-Nhancuave Sidónio

Como frequentadora dos centros de saúde, sinto que devo alertar às autoridades nacionais a fazer uma ronda para ver o que acontece por lá. Uma sugestão, melhor ir numa segunda ou sexta-feira, no período da manhã. Aquilo é triste.

Nesta época em que a tónica principal é a prevenção da covid-19 encontra-se um centro de saúde abarrotado de mães com os seus filhos, em longas filas para vacinação e controlo do crescimento dos petizes. Aqui não estou a falar das filas para consultas normais, de pré- -natal e muito menos de controlo de natalidade para mulheres.

O mais triste ainda é que as enfermeiras, que deviam ser as primeiras a organizar as filas para melhor atendimento e prevenção da covid-19, são as que promovem enchentes. Como? Normalmente, a mãe leva o filho para pesar e tirar medidas, depois disso todas devem fazer outra fila para que seja feito o registo dos dados, numa espécie de livro de ponto. Leia mais...

 

Classifique este item
(0 votes)