Temos de preparar nossos filhos para o mundo actual

– Charzade Daiá Araújo, mentora de adolescentes, jovens e famílias

Há três anos que Charzade Daiá Araújo decidiu trocar a área de Gestão e Administração de Empresas por outra ainda virgem no nosso mercado: a mentoria de adolescentes no desenvolvimento de competências para a vida. Tudo é feito baseado em quatro pilares, nomeadamente, o auto-conhecimento, desenvolvimento pessoal, orientação vocacional e inteligência emocional. Defende que educar uma criança ou um adolescente no mundo actual, em que a influência da globalização e desenvolvimento é grande, revela-se “um desafio para os pais”.

Depois de 18 anos em Gestão e Administração Pύblica, o que a moveu a abraçar uma nova área?

Apaixonei-me pelo projecto “Mentoria de adolescentes ou ‘Teen Mentors’”, que já está a ser desenvolvido em outros países. Descobri-o no Brasil e decidi trazê-lo para o nosso país.

Assumir as paixões faz parte da sua natureza?

Na verdade, é um trabalho que eu já fazia, mas sem muita estrutura. Para além de fazer mentoria para adolescentes, desenvolvi um curso também para pais, porque senti esta necessidade de fazer um “link” entre aquilo que as crianças aprendem e o que normalmente encontram em casa.

Olhando para a nossa realidade, foi uma aposta acertada?

Sinto que sim. Porém, por ser uma área nova no nosso mercado ainda não tivemos a abrangência que gostaríamos de ter. Mas cada vez mais sentimos que precisamos de ter esta mentoria com as crianças e adolescentes, uma vez que a realidade mostra que como pais não temos nenhuma orientação sobre como apoiar as nossas crianças. A única coisa que sabemos é mandar os nossos filhos para a escola para aprender Matemática e ciências naturais. Procuramos saber se alimentou-se adequadamente... Isto parece tudo. Leia mais...

Texto de Luísa Jorge

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Classifique este item
(0 votes)