Print this page

APESAR DA ONDA DE DESPEDIMENTOS NA SEDE E NO MUNDO: Coca-Cola Moçambique mantém força laboral

Janeiro 09, 2021 2184

A onda de despedimentos de trabalhadores que está a acontecer na sede da Coca-Cola, em Atlanta (Geórgia), nos Estados Unidos da América (EUA), e noutros pontos do mundo não vai afectar os trabalhadores que exercem as suas actividades na mesma multinacional em Moçambique.

Esta companhia prevê eliminar mais de dois mil postos de trabalho em todo o mundo, no âmbito da reestruturação da empresa, um processo que foi acelerado pelos efeitos negativos da covid-19.

Os despedimentos terão maior impacto nos EUA, onde serão dispensados 1200 trabalhadores, o que corresponde a 12 por cento da força laboral da Coca-Cola naquele país, correspondendo a uma factura entre 350 e 550 milhões de dólares em indemnizações.

Entretanto, Francisco Tembe, director de Relações Públicas e Comunicação na Coca-Cola Moçambique, disse ao domingo que Moçambique está fora do processo de racionalização da mão-de- -obra.

“Até ao momento, não há um plano, em Moçambique, de redução do pessoal no âmbito da reestruturação da empresa ou por causa dos efeitos negativos da covid-19”. Leia mais...

Texto de Idnórcio Muchanga

Classifique este item
(0 votes)