CONFERÊNCIA DE BEIJING +25: Mulheres reflectem sobre suas conquistas

Passados 25 anos após a realização da IV Conferência de Beijing, na China, as mulheres celebraram semana finda as conquistas alcançadas com a implementação da plataforma de acção traçada naquele encontro para a promoção dos seus direitos.

O evento, cuja abertura foi feita pela ministra do Género, Criança e Acção Social, Nyelete Mondlane, tinha como principal objectivo lançar o Relatório de Moçambique sobre a Implementação da Declaração e Plataforma de Acção de Beijing decorrida em 1995, na China.

O encontro, que contou com a presença da coordenadora residente das Nações Unidas em Moçambique, Myrta Kalaud, representantes do Governo e sociedade civil, acolheu um debate sobre o estágio da mulher na sociedade moçambicana.

A sociedade civil, que estava em peso no evento, enalteceu as conquistas alcançadas no país com vista a empoderar a mulher e rapariga, nomeadamente os avanços no sector da educação, particularmente a melhoria do acesso da rapariga à escola e a sua permanência no ensino.

Os avanços registados em relação à legislação dos direitos humanos das mulheres foi outro assunto que registou diferentes intervenções. Neste contexto, a sociedade civil enalteceu as conquistas relativamente à legislação do aborto, da lei contra a violência doméstica e a aprovação e implementação da Estratégia Nacional de Prevenção e Combate dos Casamentos Prematuros. Leia mais...

Texto de Luísa Jorge

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Fotos de ISAÍAS SITÓI

Classifique este item
(0 votes)