AMECON vai a eleições

Os membros da AMECON - Associação Moçambicana de Economistas - elegem, no próximo dia 25 de Novembro, os novos órgãos sociais, cerca de seis meses após o fim do mandato do actual elenco. Aliás, a actual direcção diz que não pode realizar nenhuma actividade porque as condições ainda não estão totalmente criadas, mesmo com o relaxamento das medidas de confinamento.

“Apesar de estar na moda realizar eventos através de plataformas digitais, julgamos que é diferente de um encontro em presença física para discutir os desafios que a associação e o país enfrentam”, disse António Tivane, presidente da agremiação.

A campanha eleitoral arranca hoje, 25 de Outubro, e já existem alguns interessados em apresentar as suas candidaturas, sendo que um dos requisitos fulcrais para ser eleito ou eleger é ter as quotas em dia.

“Temos estado a fazer esforços no sentido de preparar as eleições, esperamos que sejam melhores do que aquelas que culminaram com a nossa eleição, porque a participação não foi satisfatória”, sublinhou.

Tivane lidera a equipa que geriu a associação nos últimos dois anos cuja agenda, segundo ele mesmo, foi bastante afectada pela pandemia do novo coronavírus. Criada há 23 anos, a AMECON tem 536 membros, entre activos e não activos, incluindo instituições. Por essa razão, um dos compromissos que a actual equipa de gestão tinha era de revitalizar, consolidar e projectar a associação. Leia mais...

Texto de Angelina Mahumane

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Foto de Inácio Perreira

Classifique este item
(0 votes)