Investimentos em Chimanimani na ordem de 16 milhões de dólares

O Governo moçambicano pretende investir, nos próximos cinco anos, 16 milhões de dólares americanos no desenvolvimento e preservação do património ecológico e cultural do Parque Nacional de Chimanimani, com 2368 quilómetros quadrados, localizado na província de Manica.

Falando na sexta-feira no lançamento da nova categorização da mais emblemática área de conservação que se localiza no distrito de Sussundenga, a ministra da Terra e Ambiente, Ivete Maibaze, afirmou que o Parque de Chimanimani deve servir o bem-estar social das comunidades promovendo o desenvolvimento local e oportunidades de geração de renda para a melhoria da qualidade de vida através da exploração sustentável das potencialidades.

Referiu que a atribuição da nova categoria constitui um marco importante na história da conservação da natureza no país cujo objectivo é a consolidação de mecanismos de geração de benefícios para a população.

Nos últimos cinco anos somaram-se ganhos para as comunidades através de investimentos na construção de quatro “drifts” sobre os rios Mussapa Grande, Nhamahare, Russambahombe e Mussambahombe, vias de acesso, implementação de projectos comunitários na apicultura, agricultura comercial e de conservação beneficiando três mil pessoas.

Foram ainda criados nove clubes ambientais, integradas 19 raparigas bolseiras na Missão de Dombe e no Instituto Agrário de Chimoio, capacitação de 24 pessoas em técnicas de realização de queimadas controladas e elaborado um plano de prevenção e combate a crimes contra a vida selvagem. Leia mais...

Texto de Benjamim Wilson

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Classifique este item
(0 votes)
Última modificação: Sábado, 03 Outubro 2020 18:35