Consumo de carne de tartaruga causa dezenas de mortes em Memba

Cerca de duas dezenas de pessoas, maioritariamente crianças com idades entre os 5 e 16 anos, perderam a vida de Fevereiro a Junho do ano corrente, devido ao consumo de carne de tartaruga marinha.

As mortes registaram-se nas comunidades de Mutepo e Mezuve, localidade de Simuco, distrito de Memba, província de Nampula. As vítimas comportavam-se como alguém que tem problemas de epilepsia. Segundo dados colhidos pelo domingo nas duas comunidades, a primeira vaga de mortes ocorreu em Fevereiro com o registo de 16 óbitos na comunidade de Mutepo.

A segunda vaga deu-se entre os dias 24 e 28 de Junho e morreram 16 pessoas, das quais 12 são de Mutepo e quatro de Mezuve.

Dados disponíveis indicam que neste momento encontram-se ainda quatro pacientes internados no hospital distrital de Memba, e outros tantos estão a recuperar nas suas casas.

Parte das vítimas remete o problema a questões de obscurantismo, acreditando que um pescador pode ter retirado o animal das redes de outro pescador, sem o seu consentimento. Fala-se de redes de pesca que foram tratadas tradicionalmente para prevenir roubos.

Texto de Abibo Selemane

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Classifique este item
(0 votes)
Script: