REGINA DOS SANTOS: A voz suave do Índico

É franzino o seu corpo. O rosto, quase sempre enfeitado por óculos, se confunde com o de uma garota do colégio. Vocalista da consagrada banda moçambicana GranMah, Regina dos Santos tem 33 anos de idade e é detentora de uma das grandes vozes que Moçambique viu emergir nos últimos tempos. A artista também é activista, feminista, e, acima de tudo, uma mulher muito sonhadora.

Filha de pais diplomatas, Regina nasceu no Zimbabwe. Frequentou, da 1.ª à 4.ª classe, a Escola Primária 3 de Fevereiro, em Maputo. Aos 10 anos rumou aos EUA com os seus progenitores. E lá, naquele lado do Atlântico, concluiu o ensino primário.

“Foi naquele ano que comecei a cantar. A escola onde passei a estudar tinha um grupo coral e o meu professor, depois de ouvir-nos cantar, decidiu que eu devia passar a fazer solo do grupo… desde então nunca mais parei”. Lembra que durante muito tempo cantou por diversão.

Fez o ensino secundário na África do Sul. Esteve na Universidade de Nova Iorque, onde se licenciou em Ciências Políticas e Antropologia. Em 2009, concluiu o mestrado em Estudos de Desenvolvimento, em Londres. Leia mais...

 

Texto de Maria de lurdes Cossa

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Classifique este item
(0 votes)
Última modificação: Sábado, 11 Janeiro 2020 20:50