O cenário de ocorrência de tuberculose não deixa de ser preocupante, afinal, esta doença constitui a principal causa de morte da população com HIV e Sida em Moçambique.

De qualquer modo, no país foi expandida a rede de activistas no terreno de 9 por cento em 2015, para 25 por cento em 2017. Igualmente, foi registado um aumento significativo de casos diagnosticados, facto que se tornou possível através da existência de equipamentos mais modernizados e eficazes para o diagnóstico, conforme explicou Ivan Manhiça, responsável pelo Programa de Combate à Tuberculose no Ministério da Saúde. Estes dados foram lançados no encontro realizado no Centro de Colaboração em Saúde (CCS), para a Consciencialização e Sensibilização da Sociedade Civil moçambicana sobre a doença, através do projecto Stop TB Partnership.

Na ocasião, alguns testemunhos de pessoas que sentiram na pele esta doença, como Farida Ismael Juma, foram apresentados. Leia mais...

Texto de Luísa Jorge

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 61,72 62,95
ZAR 4,18 4,26
EUR 68,69 70,06

18.10.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 517 visitante(s) ligado(s) ao Jornal

+ lidas