SADC coloca força em estado de alerta

O bloco de países que compõem a Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) decidiu, há dias, activar a cláusula do Pacto de Defesa Mútuo, assinado em Dar-Es- -Salaam, Tanzânia, que entrou em vigor em 2008, instrumento que operacionaliza a colocação de uma força militar em estado de alerta para fazer face às ameaças à paz e estabilidade social e económica que está a ser promovida por terroristas em Cabo Delgado.

O Presidente da República, Filipe Nyusi, que preside actualmente a SADC, fez o anúncio desta medida no decurso da reunião da troika regional afirmando que há necessidade de tornar operante a Força em Estado de Alerta, como quadro que pode cobrir as intervenções bilaterais, em função de vantagens comparativas, circunstâncias e objectivos concretos que se desejam alcançar.

“Saímos desta cimeira mais resolutos, fortalecidos e claros dos passos concretos que devemos dar para conter os ataques protagonizados por homens instrumentalizados por mandantes que vivem do crime organizado”, sublinhou. Leia mais...

Classifique este item
(0 votes)