A hora e a vez da PGR

- Beatriz Buchili vai ao Parlamento esta quarta e quinta-feiras

AProcuradora Geral da República (PGR), Beatriz Buchili, vai esta quarta e quinta-feiras à Assembleia da República (AR) prestar o seu informe anual sobre a actividade do Ministério Público no controlo da legalidade.

Beatriz Buchili deverá abordar a questão das dívidas ocultas contraídas pelas empresas EMATUM, PROINDICUS e MAM com garantias do Estado, emitidas em 2013 e 2014, sob processo número 1/PGR/2015, com 20 arguidos.

Os últimos desenvolvimentos indicam haver acusação definitiva pelo Tribunal Judicial da Cidade de Maputo, com processo número 18/2019-C contra os 20 arguidos, cuja data de julgamento está por se saber.

Relacionado às dívidas ocultas foi instaurado o processo autónomo número 536/11/P/2019, que corria termos de instrução preparatória na Procuradoria da República- Cidade de Maputo.

A 9 de Novembro de 2020 foi deduzido despacho de acusação provisória contra 4 arguidos, um dos quais o antigo ministro das Finanças Manuel Chang e 3 antigos trabalhadores do Banco de Moçambique (BM) que aguardam os trâmites subsequentes em liberdade e proferido despacho de abstenção contra 2 arguidos. Leia mais...

Classifique este item
(0 votes)