As novas chefias das Forças Armadas

Há remodelações nas Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM). O Chefe de Estado nomeou, sexta-feira, novas chefias para o Estado-Maior General, Casa Militar, comandantes dos Ramos: do Exército, Força Aérea; Academia Militar Marechal Samora Machel, Serviço Cívico e Inspecção Geral.

Estas remodelações acontecem no mesmo dia em que o Presidente da República e Comandante-Chefe das Forças de Defesa e Segurança, Filipe Nyusi, orientou, em Maputo, a IV Sessão Ordinária do Conselho Nacional de Defesa e Segurança, a qual, entre outras questões, recomendou a promoção de oficiais das FADM aos postos de General do Exército, Major-General, Brigadeiro e Comodoros, além de oficiais da Polícia da República de Moçambique à patente de adjunto de Comissário da Polícia, com o objectivo de conferir maior dinâmica às Forças de Defesa e Segurança, no contexto dos desafios que o país enfrenta nos domínios da defesa e segurança.

Com efeito, o Presidente da República e Comandante- -Chefe das FADM, Filipe Nyusi, nomeou Joaquim Rivas Mangrasse para o cargo de chefe de Estado-Maior General. Neste sentido, Mangrasse, que até à data da sua nomeação desempenhava as funções de chefe da Casa Militar, foi promovido ao posto de Almirante. Substitui no cargo Eugénio Mussa, falecido em Fevereiro último, vítima de doença.

Em outros despachos separados, o Chefe de Estado nomeou Tiago Alberto Nampele, para o cargo de chefe da Casa Militar, tendo o promovido à patente de Major-General.  Leia mais...

Classifique este item
(0 votes)