VÍTIMAS DE TERRORISMO EM CABO DELGADO: 950 famílias recebem terrenos em Ancuabe

Pouco mais de 900 famílias que actualmente vivem em casa dos familiares em Pemba, o correspondente a cerca de cinco mil pessoas, estão a ser reassentadas no posto administrativo de Mesa, distrito de Ancuabe, naquilo que se considera bairro-piloto para acolher as vítimas do terrorismo em Cabo Delgado.

Neste momento, estima-se em perto de 600 mil o número de deslocados devido ao terrorismo nalguns distritos a Norte da província de Cabo Delgado.

Com vista a acolher as vítimas, foram parcelados e distribuídos 950 talhões para igual número de famílias, no bairro de Nanzua, em Mesa, distrito de Ancuabe. Os beneficiários são pessoas que actualmente vivem em casas de familiares na cidade de Pemba.

Esta é a saída que o Governo encontrou para desanuviar a cidade de Pemba, para onde se deslocaram cerca de 150 mil pessoas, havendo casos em que uma casa chega a albergar 30 a 50 moradores.

O secretário do Estado da província de Cabo Delgado, Armindo Ngunga, que ontem visitou a zona de reassentamento, sublinha tratar-se de uma experiência-piloto de construção de aldeias, onde estão projectadas infra-estruturas sociais básicas, desde escolas, centro de saúde, igrejas até posto policial. Leia mais...

Classifique este item
(0 votes)