APOSTAS DO QUINQUÉNIO 2020-2024: Moçambique não está sozinho na luta contra o terrorismo

Moçambique está no concerto das nações na luta abnegada contra o terrorismo, tendo recebido promessas de alguns países de África, Europa, América e Ásia na luta contra os terroristas que semeiam luto em Cabo Delgado e destroem habitações e equipamentos sociais.

A garantia foi dada pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, que expressou a abertura e vontade de Moçambique de receber qualquer tipo de apoio que possa ser dado para o combate ao terrorismo. 

"Esperamos que as experiências desses países sejam positivas. Temos estado a trabalhar a nível bilateral com países da Europa, América, Ásia e África, particularmente os da região da SADC, e há sinais positivos nas respostas que nos chegam”, sublinhou semana passada na cerimónia de encerramento de cursos militares no Instituto Superior de Estudos de Defesa Tenente-General Armando Emílio Guebuza (ISEDEF).

Na ocasião, Nyusi classificou o ISEDEF como laboratório na formação de quadros para o combate ao terrorismo em Cabo Delgado, e bem assim repelir ataques da autoproclamada junta militar da Renamo, dirigida por Mariano Nhongo. "Temos de os tratar como merecem", afiançou. Leia mais...

Classifique este item
(0 votes)