DISTRITO MUNICIPAL KAMPFUMU: Frelimo realça importância da coesão interna

A unidade e coesão internas devem continuar a ser defendidas pelos militantes, simpatizantes e membros do partido Frelimo a todos os níveis como forma de prosseguir com o desenvolvimento e bem-estar dos moçambicanos.

O Comité da Frelimo a nível do distrito municipal KaMpfumu promoveu, ontem, um “workshop” para dotar os secretários dos comités de círculos e de zona de habilidades e ferramentas de melhor servir o povo, de acordo com os estatutos aprovados no XI Congresso.

Um dos temas que concentrou as atenções dos participantes é a coesão e unidade no seio do partido no poder.

Na abertura do evento, o primeiro-secretário a nível da cidade de Maputo, Razaque Manhique, afirmou que não basta falar-se da coesão e unidade, é preciso que as palavras se traduzam em actos. “Para tal há que reter que não há quem é mais importante que os outros, isto é, todos somos iguais e devemos prosseguir os mesmos objectivos de desenvolver Moçambique”.

No seu entender, se um dirigente do partido a nível de base não for cultor ou promotor da coesão não tem mensagem a transmitir ao povo que dele espera exemplos conducentes à unidade nacional, defesa da paz e promoção do desenvolvimento integrado. “É importante que estejamos coesos para vencer os obstáculos e materializar o manifesto eleitoral, transformado em Programa Quinquenal 2020/2024”.

Por sua vez, Ana Rita Sithole, membro da Comissão Política, destacou que um dos aspectos que tem perturbado a coesão é a calúnia e difamação no seio dos membros. Leia mais...

Classifique este item
(0 votes)