Os assaltantes a residências estão a aperfeiçoar os seus métodos de actuação. O "Pontuando" desta semana narra como eles actuam e, para nossa desgraça, dão-se bem. A fórmula é simples: estudam a rotina dos donos da casa, que pode ir de poucos a muitos dias, antes da machadada final. Só assim se explica que ultimamente haja relatos de residências assaltadas, com o sol a cheirar a queimado, sobretudo nas zonas suburbanas da cidade de Maputo.

Ladrões mais atrevidinhos começam por bater a porta da casa que têm em mente assaltar e quando atendidos pela patroa ou empregada desfiam conversa consistente e, com voz cândida capaz de enganar um santo, dizem, por exemplo, que pretendem falar com o senhor Cossa.

Caso seja a empregada a atender o nefasto visitante, ela generosamente responde que ali é a casa do senhor Dimande. O larápio, por sua vez, jura que é a residência do casal Cossa e Marta e têm três filhos de nomes Carlotinha, Glória e Abreu. Leia mais...

Por André Matola

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 61,72 62,95
ZAR 4,18 4,26
EUR 68,69 70,06

18.10.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 548 visitante(s) ligado(s) ao Jornal

+ lidas