Morreu na madrugada de hoje (15), em Maputo o Tenente General, na reserva Mateus Ngonhamo vítima de doença.

Ngonhamo foi vice-chefe do Estado Maior General das Forças Armadas de Moçambique logo após a assinatura do Acordo Geral de Paz como resultado do processo de integração das forças da Renamo no exército unificado.

Ingressou nas fileiras da Renamo em 1979 tendo ocupado vários cargos incluindo o de chefe de Inteligência Militar do movimento.

Entretanto, em comunicado enviado ao domingo o partido Renamo diz ter recebido com profundo pesar e consternação  a informação sobre o desaparecimento físico do Tenente, pelo que endereça a mais sentidas condolências à família enlutada.