Droga em quintais de chefes de quarteirão

Alguns chefes de quarteirão das cidades de Maputo e Matola são acusados de estarem envolvidos no circuito de venda de droga, com destaque para a canabis sativa (soruma) e cocaína.

As casas de líderes locais são tidas como “bocas de fumo”, onde consumidores de diferentes idades compram estupefacientes, uns para consumo, outros para revenda.

Em muitos casos os vendedores concentram-se nas casas das lideranças fingindo estarem a conversar quando na verdade estão à espera de potenciais clientes. Relatos sobre este comportamento vêm de diferentes bairros dos municípios de Maputo e Matola.

A situação inquieta os cidadãos, porque entendem que a droga está a desviar a projecção dos jovens para o futuro. Há relatos segundo os quais existem miúdos que abandonam as aulas para satisfazerem o vício.

Há pedido de socorro de muitos pais ou encarregados de educação, cujos filhos ou educandos foram tomados pelo vício. Alguns dos consumidores acabam se filiando aos malfeitores para conseguir dinheiro para alimentar o vício da droga.Mucavele, munícipe da cidade de Maputo, mostra-se preocupado porque os seus filhos têm amigos e colegas da escola que consomem drogas. “Estes quando são questionados porque é que consomem droga, respondem que é para ter adrenalina”. Leia mais... 

TEXTO DE ABIBO SELEMANE

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it..mz

Classifique este item
(0 votes)