PARA NÃO FECHAR NOVAMENTE: País desconfina mas mantém cautelas

Entre as medidas anunciadas pelo Chefe de Estado estão a retoma de cultos religiosos, a reabertura de casinos e ginásios de manutenção física e alargamento do horário de funcionamento de estabelecimentos comerciais, entre outras actividades.

Este relaxamento de medidas resulta da redução progressiva e consistente da taxa de positividade nos últimos dias, que se situa abaixo de 50 casos notificados diariamente, o que anima as autoridades do sector de Saúde que começam a respirar de alívio perante a notória redução de casos graves que requerem internamento e, sobretudo de mortes pela doença.

Nesta senda, domingo efectuou uma ronda para conferir a reabertura de alguns sectores e testemunhar a emoção que tomou conta dos munícipes que afluíram em massa sobretudo as igrejas e ginásios.

Os estabelecimentos têm envidado esforços para manter a ordem, segurança e prevenção contra a pandemia viral, afinal, os operadores estão cientes de que “se não criamos condições para que não se tornem focos de contaminações, corremos o risco de fechar novamente”, conforme disseram.

Em algumas igrejas, o protocolo sanitário é seguido à risca. Noutras, luta-se contra o tempo para o mais breve possível reunir condições necessárias para retomar os cultos em estrita observância das normas. Com efeito, novas portas surgem para permitir que os templos estejam mais arejados, e os assentos recebem marcações para os fiéis que há muito esperavam por este momento.

Nos casinos, as máquinas que enchem as salas de jogos e as luzes convidam os jogadores que logo à entrada adquirem as fichas para lançar a sua sorte seja nas roletas, blackjack ou mesa de pôker.

A cada jogo, abre-se espaço para a desinfecção das máquinas. Aliás, nesse local, nenhuma actividade é iniciada sem a presença dos inspectores de jogos que nesta época avaliam também o cumprimento das regras emanadas pelas autoridades sanitárias. Leia mais...

Texto de Hercília Marrengule e Idnórcio Muchanga

Fotos de Inácio Pereira e Carlos Uqueio

Classifique este item
(0 votes)
Última modificação: Domingo, 02 Maio 2021 08:40