Elefantes devastam centenas de hectares em Magude

Mais de uma centena de hectares de áreas de produção agrícola foi devastada, este ano, por elefantes em diferentes pontos no distrito de Magude, província de Maputo. Trata-se de áreas onde tinham sido semeadas diversas culturas agrícolas, com destaque para milho, amendoim e mandioca.

A acção dos animais poderá comprometer as metas programadas para presente a campanha agrícola. Há relatos da existência de comunidades, sobretudo nos postos administrativos de Magude-sede, Mahel e Panjane, que perderam quase tudo o que tinham semeado.

Segundo dados fornecidos pelos respectivos chefes dos postos administrativos, os animais invadem as machambas no período nocturno ou de madrugada. Há vezes em que se instalam numa comunidade durante um dia, ou mesmo uma semana.

Os líderes tradicionais e os extensionistas do distrito referem que a população se mostra revoltada, por um lado, por causa da falta de intervenção dos fiscais da Administração Nacional das Áreas de Conservação (ANAC), por outro, porque não há ideia sobre como é que poderão recuperar a produção consumida pelos animais. Leia mais...

TEXTO DE ABIBO SELEMANE

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Classifique este item
(0 votes)