Aflição de uns chance para outros

Há um fenómeno interessante em curso, um pouco por todo o lado... num silêncio ensurdecedor, comerciantes de baixa índole estão a assaltar os bolsos dos pacatos cidadãos à mão desarmada... melhor dito, à barriga desarmada.

E como é que o fazem?

Simples: aumentam “nas calmas” um ou dois Meticais nos preços dos principais produtos de consumo e, mais grave ainda, alguns marcam os preços em função do aspecto do cliente; quer dizer se pareces um “coitadito” aumentam um ou dois Meticais, mas se pareces mais “saudável” podem atirar-te com 5 Meticais a mais.

Bula-bula constatou ainda que quando se aproxima o fim-de-semana, os preços disparam literalmente. Ao final do mês, então, a coisa salta feito pulga no Verão. E os preços vão para a lua... 

Veja-se que um saco de batata que muda de preço de um dia para o outro deixa qualquer um assombrado: numa tarde o saco está a 350, no dia seguinte já é vendido a 400... A pergunta que não quer calar é o que teria acontecido durante a noite para levar a essa alteração do preço? Adivinhem: “é que lá onde compramos o preço subiu”. Esta é a resposta invariável... “lá onde?”, perguntará o cliente... e a resposta já vem engatilhada: “o rand subiu”. Leia mais...

 

Classifique este item
(0 votes)