Cidadãos clamam por mais postos de registo e notariado na Matola

A Conservatória do Registo Civil da Matola, província de Maputo, tem registado nos últimos tempos enchentes de pessoas que procuram diversos serviços, especialmente para a emissão da declaração do Registo Criminal, Certidão Narrativa e o registo de menores.

Trata-se de cidadãos que vêm de diferentes bairros do distrito da Matola, Marracuene, para além do posto administrativo da Matola- -Rio. Os cidadãos que falaram para o domingo referem que o aumento da procura destes serviços naquela instituição verifica-se desde o ano passado, e que é corolário do encerramento de alguns pontos de atendimento que operavam nos bairros, como são os casos de Machava, Patrice Lumumba, Boquisso, entre outros.

Com efeito, defendem que é imperiosa a reabertura destes locais, de forma a aliviar o sofrimento a que estão sujeitos. Amélia Massingue, residente do bairro da Machava, acompanhou a sua mãe ao Registo e Notariado para pedir a emissão de nova Certidão. Reclamou, igualmente, da morosidade no atendimento. Contou que chegaram a tentar tirar o documento no posto local, no entanto, “a nossa ideia ficou frustrada, porque lá fomos orientados a vir para aqui. Porque nos tinham falado de enchentes, tivemos de madrugar”. Leia mais...

TEXTO DE ABIBO SELEMANE

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Classifique este item
(0 votes)