Telefonemas a partir das prisões ainda preocupam autoridades

_ SERNAP retira da posse dos reclusos cerca de 100 telemóveis e respectivos acessórios

Do interior dos estabelecimentos penitenciários continuam a fluir ilegalmente chamadas telefónicas ao exterior, facto que já preocupa as autoridades.

Só para o leitor ter uma ideia da gravidade da situação, do segundo semestre do ano transacto até o mês em curso foi possível retirar da posse dos reclusos cerca de 100 telefones celulares e respectivos acessórios.

Os bandidos mantêm o esforço de transformar as prisões em escritórios do crime, abrindo anexos no exterior e capitaneando fraudes mediante uso de plataformas de pagamento electrónico como mcash e mpesa.

Para falar deste assunto, domingo procurou o director geral do Serviço Nacional Penitenciário. Jeremias Cumbe admitiu que, apesar dos resultados alcançados, mostra-se que o desafio de impedir a comunicação ilegal com o exterior ao nível dos estabelecimentos penitenciários prevalece dentre tantos que também merecerão a sua especial atenção ao longo do presente ano.

Sublinhou que está em curso o processo para o barramento de chamadas telefónicas nos recintos dos estabelecimentos penitenciários, com prioridade para os estabelecimentos penitenciários de Máxima Segurança e Provincial de Maputo. Leia mais...

TEXTO DE BENTO VENÂNCIO

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Classifique este item
(0 votes)