Produtos pesqueiros terão preço indicativo

O Governo equaciona a adopção de um preço indicativo do pescado, tal como o faz em algumas culturas de rendimento como algodão e castanha de caju.

Segundo o Presidente da República, a medida irá fazer com que as ligações e o relacionamento com o mercado de comercialização do pescado tenham preços justos.

Filipe Nyusi fez este anúncio quando intervinha, sexta-feira, na sede distrital de Metuge, em Cabo Delgado, num comício popular, antecedido da cerimónia de entrega simbólica de 15 embarcações a motor e 10 kits de pesca aos pescadores artesanais dos distritos de Ibo, Metuge, Mecufi e Quissanga, que custaram ao Estado 25 milhões de Meticais.

Mais sobre o assunto explicou que a adopção de preços justos poderá ajudar na melhoria da renda dos pescadores e no desenvolvimento de toda a cadeia de valor do sector pesqueiro, incluindo a indústria de processamento. Leia mais...

Texto de Jonas Wazir

Classifique este item
(0 votes)