Descentralização resulta do diálogo com Dhlakama - afirma Filipe Nyusi

O Presidente da República, Filipe Nyusi, reafirmou que a descentralização para a qual Moçambique embarcou resulta do diálogo com o falecido líder da Renamo, Afonso Dhlakama e avalizado pela assinatura de acordos com o actual dirigente deste partido, Ossufo Momade.

Reconheceu tratar-se de um processo que precisa de ser aperfeiçoado e acarinhado por todos os moçambicanos para que o país continue a trilhar os caminhos do desenvolvimento integrado.

Na ocasião, Filipe Nyusi enumerou alguns aspectos acordados com Afonso Dhlakama, como por exemplo a integração de alguns elementos da Renamo na chefia de departamentos no Estado Maior General da Forças Armadas da Defesa de Moçambique e nas fileiras da polícia.

Para o Chefe do Estado, é injusto afirmar que os acordos rubricados não estão a ser respeitados pelo Governo.

Apelou à melhoria da interacção entre o governador de província e secretário do Estado, este último cujo papel precisa de ser amplamente explicada junto da população.

Classifique este item
(0 votes)
Última modificação: Quarta, 16 Dezembro 2020 10:43