PES E OE-2021: PM apela à capitalização de oportunidades

O Primeiro-Ministro (PM), Carlos Agostinho do Rosário, defende a necessidade de capitalização das várias janelas de oportunidades tendo em vista a dinamização da economia moçambicana.

 Tais oportunidades serão criadas, entre outras, pelo reforço da confiança dos parceiros de cooperação, como por exemplo, o Fundo Monetário Internacional (FMI) para a retoma do financiamento ao Orçamento do Estado (OE).

Do Rosário, que falava esta manhã na Assembleia da República na fundamentação das propostas do Plano Económico e Social (PES) e do Orçamento do Estado (OE) para 2021, afirmou que o aumento da procura do carvão e outros produtos energéticos, em particular da parte da China e Índia, poderá propiciar ganhos à economia a partir da indústria extractiva e contribuir para o crescimento económico.

 "O sinal de retoma da economia mundial afigura-se, igualmente, como uma oportunidade para a aceleração dos investimentos em curso no país, sobretudo no domínio do gás natural", disse o governante. 

Com a implementação destas acções, o Governo espera atingir entre outros objectivos, um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) na ordem de 2.1 por cento; manutenção da inflação média anual em um dígito, cerca de 5%, 3.8 mil milhões dólares norte-americanos em exportações e  reservas internacionais líquidas para cobrir 6.8 meses de importação de bens e serviços não factoriais.

 Em 2021, o fluxo de investimento directo estrangeiro deve rondar um valor global de cerca de 2 mil milhões de dólares norte-americanos.

Entretanto, Agostinho do Rosário indicou que as propostas foram elaboradas num contexto adverso devido a acção dos terroristas em alguns distritos de Cabo Delgado e ataques armados nas províncias de Manica e Sofala, questões que espera sejam eliminadas para o bom desempenho da economia nacional.

A pandemia da Covid-19 é a outra condicionante para a economia nacional, contudo, o Primeiro-Ministro apela à necessidade de continuar a observar as medidas de prevenção e apostar-se no aumento da produção e produtividade.

 

 

Classifique este item
(0 votes)