Educação é fundamental para alcançar a consciência negra

A educação é peça-chave para o alcance da consciência negra, factor primordial para o desenvolvimento do continente africano, no geral, e de Moçambique, em particular.

A tese foi defendida sexta-feira última pela escritora Paulina Chiziane, durante a mesa de debate subordinado ao Dia da Consciência Negra, que se assinala a 20 de Novembro. O evento contou ainda com a participação da jornalista Julieta Mussanhane e a actriz Ana Magaia como oradoras, sob moderação da jornalista e apresentadora de televisão Hermínia Machel.

A conversa, que teve lugar no Museu Mafalala, cidade de Maputo, faz parte da programação da segunda edição do Festival Internacional de Artes Performativas, organizado pelo colectivo Poetas D’Alma. Leia mais...

 

Classifique este item
(0 votes)