INQUÉRITO: Alunos falam das medidas de prevenção contra a covid-19

O dia 1 de Outubro marcou a retoma das aulas para a 12.ª classe em todo o país. Neste contexto, domingo conversou com alunos da Escola Secundária Francisco Manyanga, que afirmaram que esta instituição está a implementar medidas que os protege da covid-19.

 A escola protege-me

 - Miguel João da Silva

 Sinto que a retoma das aulas está boa até agora. A escola protege-me. Está preparada e criou boas condições para que nos sintamos bem. Seguimos as medidas que nos indicam, ficamos na sala de aula e não é permitido permanecer no corredor.

Também as carteiras estão afastadas uma da outra, então garantimos o distanciamento físico. É proibido mudar de lugar e tocar superfícies.

 Há condições

 - Válter Francisco

 Eu sinto que a escola tem condições para nos proteger nessa retoma das aulas. Mudamos de costumes, não podemos trocar materiais, não podemos ficar juntos, aglomerados. A escola preparou-se para nos receber.

Nas casas de banho a água sai sempre e em toda a escola há novas torneiras para a lavagem das mãos. Não falta sabão.

 Tudo organizado

- Stélio Gonçalves, aluno

 Está tudo organizado, sinto-me bem protegido com as medidas que todos nós estamos a implementar. Não posso reclamar. Para além do que a escola nos dá, cada um de nós anda com o seu desinfectante. Sabemos que a covid-19 exige responsabilidade.

Somos proibidos de ficar nos corredores, e há sempre um professor que nos controla para que não violemos as regras de distanciamento físico.

 Garantem distanciamento físico

 - Ercília Amâncio, aluna

 Até agora está tudo bem, a escola está a reagir bem ao nosso regresso às aulas. Também aparecemos poucas vezes por semana. Não ficamos muito tempo na escola e penso que devemos continuar assim que é para o bem de todos.

A escola está preparada e nos protege, os lavatórios estão limpos e apetrechados.

Há alguém sempre a controlar os corredores e as salas têm poucos alunos, o que nos garante distanciamento. Acredito que seja esse o caminho. Leia mais...

 

Classifique este item
(0 votes)