BARCOS, PONTES MÓVEIS, DRONES E RÁDIOS: INGC mobiliza meios para época chuvosa

O Instituto Nacional de Gestão de Calamidades assegura que está pronto para dar resposta às próximas inundações. Em entrevista exclusiva ao domingo, Luísa Meque, directora geral da instituição, afirma que já está a tomar as devidas precauções para prevenir maiores dados nas comunidades.

Equipas já trabalham no terreno para minimizar o impacto das chuvas que, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, vão causar inundações, numa primeira fase, nas zonas urbanas, nomeadamente, cidade de Maputo, Matola, Beira, Quelimane e Pemba, com chuvas normais com tendências para acima do normal, a partir de Outubro.

Igualmente, espera-se que a intensidade da chuva venha a causar maiores danos nas rodovias, com maior destaque nas províncias de Sofala, Tete, Zambézia, Cabo Delgado e Nampula.

Para assegurar maior celeridade no processo de busca e salvação, já estão criados os comités de Gestão de Calamidades a nível local. Estas entidades, junto às direcções distritais e provinciais da instituição, beneficiam de capacitações contínuas por forma a dar melhor resposta no terreno, tudo com o objectivo de salvar vidas.

A directora geral do INGC explica que as formações têm igualmente a missão de alinhar as ideias e acções dos profissionais para que não tenham atitudes contrárias no terreno, tendo em conta que os comités são formados por diversos sectores, como é o caso de comunicação, saúde, salvação e obras públicas.  Leia mais...

Texto de Pretilério Matsinhe

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Foto de Inácio Perreira

Classifique este item
(0 votes)