Moçambique com 1616 infectados pela covid-19

O país tem actualmente 1616 casos positivos da covid-19, sendo que 26 foram revelados ontem, das 591 amostras testadas pelo Instituto Nacional de Saúde (INS). Mantém- -se o registo de 11 mortes causadas pela pandemia do novo coronavírus.

Dos 26 casos novos, 19 encontram-se na cidade de Maputo, três no distrito de Morrumbene, província de Inhambane, e quatro na província de Nampula, sendo que três foram diagnosticados na cidade capital e um em Nacapa-Porto.

16 novas infecções ocorreram em pessoas do sexo feminino e as restantes 10 no masculino.

No informe diário sobre a situação epidemiológica no país, o Ministério da Saúde (MISAU) indica que dos casos novos revelados ontem dois foram registados em crianças entre cinco e 14 anos de idade, três entre adolescentes dos 15 e os 24 anos, nove casos novos foram detectados em jovens de 25 a 34 anos de idade.

Outros cinco casos novos são de indivíduos na faixa etária entre 35 e 44 anos, três entre 45 e 54 anos de idade, três entre 55 e 64 anos e um com mais de 65 anos de idade.

Segundo as autoridades sanitárias, os novos casos resultam da vigilância activa nas unidades sanitárias e no rastreio dos contactos. Todos os diagnosticados encontram-se neste momento a cumprir o isolamento domiliciar.

Cumulativamente, o país conta com 39 internados devido à covid-19, sendo que seis destes estão ainda sob os cuidados hospitalares nos centros de isolamento. O ministério informa que se trata de pessoas que contraíram a infecção quando já padeciam de patologias crónicas diversas.

Mais 11 pessoas recuperaram de uma infecção da covid-19, segundo os dados apresentados ontem pelo MISAU, elevando o número de recuperados para 543.

Eis a distribuição dos 1060 casos positivos activos por província: província do Niassa - 19; Cabo Delgado - 217; Nampula - 246; Zambézia - 27; Tete - 22; Manica - 24; Sofala - 19; Inhambane - 38; Gaza - 52; província de Maputo - 191 e Cidade de Maputo - 205.

O número de pessoas infectadas no país tende a aumentar, por isso as autoridades sanitárias mostram- -se cada vez mais preocupadas com o incumprimento rigoroso das medidas que visam mitigar a propagação da pandemia.

Classifique este item
(0 votes)
Script: