Crimes contra mulheres sobem no Rio de Janeiro durante a pandemia

Homicídios e crimes comuns diminuíram no primeiro semestre de 2020 no estado brasileiro do Rio de Janeiro, enquanto agressões físicas e sexuais contra mulheres subiram, indica um relatório ontem divulgado pelas autoridades locais.

De acordo com o Instituto de Segurança Pública (ISP) do Rio de Janeiro, a queda nas taxas de criminalidade no estado foi influenciada pelas medidas de isolamento social implementadas para impedir a disseminação do novo coronavírus, que ajudaram a reduzir os crimes comuns.

No entanto, o período de confinamento social foi negativo para as mulheres, que foram mais agredidas dentro das suas casas.

O ISP afirmou que entre as mulheres vítimas de violência física no primeiro semestre deste ano, período em que o Rio de Janeiro e outros estados do país adotaram medidas de isolamento social, 67,2% delas sofreram agressões em casa. Leia mais...

Classifique este item
(0 votes)