INQUÉRITO: O que acha do regresso às aulas?

O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, na sua última comunicação à Nação, relaxou algumas medidas emanadas no decreto presidencial no âmbito do estado de emergência que já vai no quarto mês. Neste contexto, o Chefe de Estado anunciou o retorno às aulas de forma faseada, tendo como prioridade as classes com exames e os últimos dois níveis para o ensino superior. domingo saiu à rua para ouvir dos seus leitores o que pensam sobre o regresso às aulas.

Faz sentido esse regresso

– Orlando Lino, economista

Faz sentido a retoma das aulas, porque a economia está estagnada. Se não fizermos nada as coisas vão piorar. Outra coisa que nos obriga a reabrir as escolas é a questão dos novos ingressos. Como é que faremos no próximo ano? Para mim o ideal é o regresso às aulas.

O que devemos fazer é nos preocuparmos em garantir que os métodos de prevenção sejam observados. Todas as crianças devem estar prevenidas, mas não podemos parar tudo por causa desta pandemia.

Não temos condições 

– Zaqueu Sadal, carpinteiro

Eu penso que não temos condições para colocarmos as crianças nas escolas agora. Muitas pessoas não gostam de seguir as recomendações que nos são dadas, como é o caso de lavar as mãos e usar máscaras.

Então, se os mais crescidos têm dificuldades, não imagino como será ter crianças longe dos pais. Sugiro que paremos tudo até pelo menos esta fase passar.

Depende da idade

– Maria Justina, aposentada

Para mim, a retoma das aulas depende da idade. Tenho netos que estão na primeira classe e tem sido uma guerra em casa para lhes fazer usar máscaras e lavar as mãos. Pela idade não entendem nada da pandemia.

Penso que se devia olhar para a idade e para a classe. Se calhar deviam regressar os da 10.ª e 12.ª classes, porque já têm um pouco de noção das coisas. Os outros não podem, senão teremos muitos problemas. Leia mais...

Classifique este item
(0 votes)
Script: