COVID-19: O país está pronto para a fase crítica da pandemia — garante o ministro da Saúde, Armindo Tiago

A covid-19 está claramente a alterar o seu perfil clínico e demográfico no país. Há cada vez mais crianças a ficarem infectadas e emergem situações de internamento hospitalar.

Perante estes factos, instigados, em parte, pelo padrão localizado de infecções comunitárias em cidades como Pemba e Nampula, o Ministério da Saúde deve preparar-se para a ocorrência de casos de sintomatologia mais delicados.

Em entrevista exclusiva ao domingo, Armindo Tiago, ministro da Saúde, garante que todas as condições estão criadas. “Podemos dizer que estamos a preparar o sistema para garantir que quando houver necessidade de termos doentes críticos nós tenhamos essas condições para atendê-los. Devo dizer que do grupo de doentes internados apenas 5 por cento precisam de ventiladores. A maior parte dos doentes internados, cerca de 15 por cento, vai precisar apenas de oxigénio. Todos os nossos locais de isolamento têm condições para ter oxigénio”, sublinha.

Segue a conversa em discurso directo.

Senhor ministro da Saúde, Moçambique tem registado números cada vez mais preocupantes relativamente à evolução da pandemia da covid-19, caminhando para a transmissão comunitária. Estando na fase 3, não seria desejável que passasse ao nível 4? Leia mais...

Texto de Bento Venâncio

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Classifique este item
(0 votes)
Script: