A Agência de Desenvolvimento e Empreendedorismo (ADE), um braço económico da Associação Aro Moçambique, prevê desembolsar cerca de 500 mil dólares norte-americanos para a implementação da segunda fase do projecto agro-acampamento, que arrancou hoje, quarta-feira, no Posto Administrativo de Changalane, no Distrito de Namaacha, Província de Maputo.

A iniciativa que será desenvolvida numa área de 50 hectares, repartida em um hectare para cada estudante, conta com a parceria da Majoi Agro Services e o Fundo de Desenvolvimento Agrário (FDA).

O programa prevê que os jovens estudantes explorem seus conhecimentos na área de produção agrária para o desenvolvimento do sector no país.

O agro-acampamento contempla vários blocos, como refeitório, dormitório, sala de frio para conservação dos produtos, sala de visita, escritórios, estacionamento de viaturas, entre outros compartimentos.

Espera-se que a juventude olhe para a agricultura como fonte de rendimento, de empregabilidade e de auto-emprego.

Neste projecto serão recrutados estudante finalistas do ensino superior, desempregados e não só da área agrária para colocar em prática os seus conhecimentos.

Idnórcio Muchanga

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

 

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 61,72 62,95
ZAR 4,18 4,26
EUR 68,69 70,06

18.10.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 349 visitante(s) ligado(s) ao Jornal

+ lidas