Apesar da redução do número de mortes, a SIDA é ainda grande preocupação no nosso país, segundo ressalta Francisco Mbofana, secretário executivo do Conselho Nacional de Combate à SIDA em conversa com domingo.

Refere que os dados indicam, por exemplo, que em 2018, no nosso país, ocorreram 54 mil mortes relacionadas com SIDA e que esta doença é a principal causa de morte entre os adultos em idade economicamente activa.

No mesmo ano, segundo ainda o nosso entrevistado, existiam 2,2 milhões de pessoas vivendo com HIV, ocorrendo cerca de 150 mil novas infecções, das quais 130 mil em adultos.

Segundo Mbofana, o HIV em Moçambique afecta mais mulheres do que homens, pois mais de sessenta por cento das novas infecções acontece com elas.

Segue a entrevista, em discurso directo, enfocando, primeiro, a estratégia de prevenção combinada do HIV, inserida no Plano Estratégico Nacional IV, aprovado em 2015, que, no essencial, visa reduzir as mortes e as novas infecções por HIV e SIDA.  Leia mais...

Texto de Bento Venâncio 

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.


Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 61,72 62,95
ZAR 4,18 4,26
EUR 68,69 70,06

18.10.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 493 visitante(s) ligado(s) ao Jornal