O Ministério da Indústria e Comércio (MIC) reuniu-se há dias, em Maputo, com a Associação Moçambicana da Indústria Avícola (AMIA), para avaliar a possibilidade de se interditar a importação do frango, alegadamente porque a produção nacional já é suficiente para abastecer o mercado.

O Presidente da República, Filipe Nyusi, incentivou a indústria avícola em 2016, na Reunião Nacional de Avicultura que decorreu no distrito de Rapale, na província de Nampula, a aumentar a capacidade de produção, de modo que até ao fim de 2019 o país deixe de importar o frango.

Como forma de proteger a indústria avícola nacional, o Governo, de forma administrativa, adoptou medidas transitórias para reduzir as importações, tanto que neste ano ainda não se aprovou a quota de importação do frango, visto que a produção nacional está a mostrar-se suficiente. Leia mais...

Texto de Idnórcio Muchanga 

idnórcio.muchanga @snoticias.co.mz