O Papa Francisco solidarizou-se, na manhã de hoje, durante o encontro com a sociedade civil e órgãos da soberania, em Maputo, com as vítimas dos ciclones Idai e Kenneth, que assolaram a zona centro e norte do país, respectivamente, no início do presente ano.

O Papa endereçou palavras de conforto e proximidade às vítimas dos ciclones, referindo que “infelizmente não poderei estar convosco, mas quero que saibam que partilho da vossa angústia e sofrimento. Espero que a comunidade católica sedeada nesses locais consiga confortá-los até que se ultrapasse esta situação devastadora. Sabe-se que as famílias afectadas requerem, neste momento, uma grande atenção de todos nós”.

No inicio do seu discurso, o Papa Francisco saudou a comunidade nacional e internacional, pelos esforços para o alcance da paz efectiva mo país.

Obrigado Presidente por me desejar as boas-vindas depois do convite recebido para visitar a nação. Encontro-me em África a fazer uma visita apostólica começando por Moçambique, país tão abençoado pela belaza natural e riqueza cultural que vos caracteriza. É com maior satisfação que me dirijo a este povo para renovar os votos de esperança”.

Saudou, igualmente, a todo o povo moçambicano do Rovuma ao Maputo apelando-o para que abra os seus corações e alimente-os de paz e reconciliação.

Não à violência mas sim a paz. A paz não é ausência de Guerra mas o empenho incansável de construir nação unida e justa. Esta paz efectiva vai tornar possível o desenvolvimento de Moçambique em vários quadrantes”.

 

 

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 61,72 62,95
ZAR 4,18 4,26
EUR 68,69 70,06

18.10.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 340 visitante(s) ligado(s) ao Jornal

+ lidas