O Papa Francisco instruiu a Igreja Católica em Moçambique a não exceder as necessidades mínimas no concernente às despesas de hospedagem.

O Sumo Pontífice chegou mesmo a rejeitar uma primeira abordagem das despesas de alojamento do séquito papal, sublinhando que deve estar acomodado num hotel de nível inferior.

“O Santo Padre quis um hotel bem simples, rejeitou a primeira escolha, após envio ao Vaticano. Pediu um hotel de nível mais baixo para acolher os seus secretários, subsecretários, bispos e cardeais”, revelou ao domingo o bispo auxiliar de Maputo.

O séquito papal é constituído por 50 elementos, que serão alojados no Hotel África, em Maputo, já sob restrições de segurança. Leia mais...