Quatrocentos técnicos superiores graduados, sexta-feira última, pelo Instituto Superior de Ciências de Saúde (ISCISA), em Maputo, afirmaram-se aptos para trabalhar no distrito, respondendo ao Projecto “Um Distrito, Um Hospital”, lançado pelo Governo, com o intuito de aproximar os serviços essenciais de saúde à população.

Trata-se de licenciados e mestres formados em áreas como enfermagem pediátrica, fisioterapia, enfermagem de saúde materna, psicologia clínica e tecnologia biomédica laboratorial, anatomia patológica, administração e gestão hospitalar, que contribuirão no reforço dos recursos humanos na Saúde.

Destaque-se, entretanto, que, de 2015 a 2018, registou-se um aumento em 20,5 por cento, facto destacado durante a cerimónia.

Na ocasião, a Ministra da Saúde, Nazira Abdula, sublinhou que a intervenção daqueles técnicos, “representará uma prestação de contas à população”, por isso lançou um apelo a todos para que levem, para além do conhecimento técnico adquirido durante a formação, “virtudes como a coragem, firmeza, generosidade, humanismo, humildade, modéstia e empatia, e o espírito de equipa, concórdia e amor ao próximo”.  Leia mais...

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 61,11 62,29
ZAR 4,16 4,24
EUR 67,19 68,49

12.09.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 350 visitante(s) ligado(s) ao Jornal

+ lidas