O serviço de transporte público de passageiros está cada vez mais perto de completar a frota de autocarros prometida pelo Governo com vista a fazer face ao problema de transporte que se faz sentir em diferentes pontos do país.

Actualmente, contam-se 854 autocarros que o serviço de transporte público de passageiro tem disponíveis desde que o “Plano 1000” foi introduzido pelo Governo. Faltam apenas 146 autocarros para completar o lote.

Este dado foi tornado público, na sexta-feira, no Conselho Autárquico da Matola, província de Maputo, pela Vice-Ministra dos Transportes e Comunicações, Manuela Rebelo, durante a cerimónia de entrega de 35 novos autocarros à Empresa Municipal de Transporte Público da Matola, COOPTRAB e COOPTRANS.

A Empresa Municipal de Transporte Público da Matola (ETM) recebeu três autocarros e os restantes 32 foram entregues às duas cooperativas. Ainda na sexta-feira foram entregues 20 machimbombos às empresas de transporte de passageiros filiadas na cidade de Maputo; destes, oito reforçam a frota da Empresa Municipal de Transporte Público de Maputo.

Com a entrada em circulação dos novos autocarros passarão a ser transportados diariamente mais de 500 mil passageiros, para diferentes pontos da província e cidade de Maputo, com maior destaque para os Conselhos Autárquicos de Maputo, Matola e Boane.

Actualmente, o serviço cobre 80 por cento da demanda. Facto que pode ser superado brevemente com a recepção de novos meios e com a abertura de novas rotas.

Aliás, as autoridades da Agência Metropolitana de Transporte de Maputo já assumiram o desafio de estender o serviço para mais comunidades da província e cidade de Maputo.  

A vice-ministra dos Transportes e Comunicações disse que, para a sustentabilidade do transporte público urbano, prossegue a implementação de várias medidas que incluem a melhoria das vias de acesso, manutenção dos autocarros, melhoria da gestão, bilheteira electrónica, entre várias.

“Ao alocarmos estes meios a operadores privados, devidamente organizados em cooperativas, é nossa expectativa estarmos a investir para a revitalização destes operadores bastante experientes e vocacionados a esta actividade”,disse.

Na ocasião, Manuela Rebelo anunciou que, em reconhecimento dos resultados que o serviço tem logrado com as medidas em curso, o Governo projecta intervir ainda no presente mês nos municípios da Manhiça, Namaacha e distrito de Matutuine. Assim, brevemente passará para cinco o número de empresas municipais de transporte público, contra as actuais três, nomeadamente de Maputo, Matola e Boane.Leia mais...

Texto de Abibo Selemane

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 63,6 64,83
ZAR 4,56 4,65
EUR 71,57 72,96

11.04.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 299 visitante(s) ligado(s) ao Jornal