Iniciou há momentos, no Tribunal Judicial da Cidade de Maputo, a audição para a legalização da prisão da antiga ministra do Trabalho, Maria Helena Taipo, detida terça-feira no âmbito do processo nº 94/GCCC/2017-IP, relacionado com o desvio de cerca de 100 milhões de Meticais do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS).

 No caso estão envolvidos outros cinco arguidos, incluindo Lúcio Sumbana, filho do antigo governante, Fernando Sumbana, apontado como tendo disponibilizado contas bancárias pessoal e das suas empresas para drenar fundos do INSS.

No fim da audição, que se espera prolongue-se por toda a manhã de hoje, o Juiz de Instrução Criminal deverá determinar as medidas de coacção para os arguidos, podendo mantê-los sob prisão preventiva ou manda-los aguardar o julgamento em liberdade.