O Instituto Médio Politécnico Armando Emílio Guebuza graduou, ontem, na cidade de Chimoio, província de Manica, 81 novos técnicos médios profissionais formados em Hotelaria e Turismo, Ciências de Comunicação e Gestão.

Esta é a primeira cerimónia de graduação a ser realizada por aquele estabelecimento de ensino técnico profissional médio que iniciou as suas actividades em 2012. Deste número de graduados, 28 formaram-se em hotelaria e turismo, 31 em Gestão e 22 Ciências de Comunicação.

O Instituto Médio Politécnico Armando Emílio Guebuza lecciona cursos do ramo técnico profissional beneficiando na sua maioria filhos de antigos combatentes de Luta de Libertação Nacional. Aquele instituto recebe estudantes de todas províncias do país, segundo deu a conhecer, o respectivo director, José Tuia.

José Tuia, que falava na cerimónia de graduação, disse que o funcionamento dos cursos ora terminados enfrentou diversas adversidades, tratando-se de uma primeira experiência. Contudo, foram alcançados os objectivos almejados que são formar mais quadros técnicos em diversas áreas de actividades.

A escola abriu as portas com 111 estudantes, dos quais trinta perderam os cursos devido ao fraco aproveitamento pedagógico, desistências por problemas de saúde, entre outros problemas. Dos graduados, 31 são do sexo feminino e os restantes 50 do masculino.

 O Ministro dos Combatentes, Mateus Kida, intervindo na ocasião, disse que a graduação dos primeiros estudantes vem mais uma vez demonstrar que o Governo está preocupado com a melhoria das condições de vida do combatente da luta de libertação nacional, seus filhos e outros dependentes.

O número pode ser reduzido, mas acreditamos que estamos a formar pessoas qualificadas para o mercado de trabalho. Essa é a nossa principal aposta. Como sabeis, o Governo está preocupado em reconhecer os esforços daqueles que muito deram por esta pátria. Por isso, uma das formas de manifestar esse reconhecimento é ajudar a formar os seus filhos e dependentes para o amanhã. Essa é uma iniciativa que veio para ficar. Antes, era apenas um sono, mas hoje estamos a colher frutos desse mesmo sonho. Vamos continuar a trabalhar”, apelou Mateus Kida.

O Instituto Médio Politécnico Armando Emílio Guebuza, para além de Hotelaria e Turismo, Gestão e Ciências de Comunicação lecciona também Agropecuária.

Através duma mensagem curta, os graduados desafiaram o Governo a criar mais oportunidades de emprego, olhando sobretudo para a camada jovem. Durante a cerimónia de graduação foram premiados os primeiros três melhores estudantes, sendo um de cada curso. Os prémios incluem uma bolsa de estudo no ensino superior.         

Domingos Boaventura

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

  

  

 

 

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 61,72 62,95
ZAR 4,18 4,26
EUR 68,69 70,06

18.10.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 701 visitante(s) ligado(s) ao Jornal