As atenções dos moçambica­nos continuam viradas para a cidade da Matola onde decorre desde sexta-feira até hoje a III Sessão Ordinária do Comité Central (CC) da Frelimo. Pe­los estatutos, é o órgão máximo do partido entre os congressos e que toma as principais opções políticas e define os ajustamentos necessários de acordo com a evolução da realidade nacional e internacional, nos di­versos domínios.

A razão de tanta expectativa deve-se não apenas ao facto de a Frelimo ser o partido que suporta o Governo, mas, sobretudo, porque 2019 é ano da realização das eleições presidenciais, legislativas, dos governado­res provinciais e dos membros das assem­bleias provinciais.

É neste contexto que todos querem sa­ber como é que a Frelimo, na qualidade de partido no poder, irá lidar com os vários desafios com que o país se debate, nome­adamente nos domínios económico, social e político, e que de alguma maneira cons­trangem o desenvolvimento do país.

Leia mais...