O Instituto para a Promoção das Pequenas e Médias Empresas (IPEME) celebrou recentemente um memorando de entendimento com a multinacional TOTAL com o objectivo de facilitar a atribuição de certificados de qualidade a 50 empresas nacionais pré-seleccionadas.

Deste conjunto de empresas, 20 serão certificadas de imediato, sendo dez da província de Cabo Delgado e outras na província e cidade de Maputo. “O processo já iniciou e há um provedor privado que está a fazer a consultoria para a implementação do sistema de qualidade e de formação em gestão”, disse Claire Zimba, director do IPEME.

Logo a seguir, caberá ao Instituto Nacional de Normalidade e Qualidade (INNOQ) aprovar a certificação e dar vazão à lista de cerca de 100 empresas candidatas a fornecer bens e serviços às multinacionais do ramo de petróleo e gás. A pertinência do certificado de qualidade resulta do facto de se pretender assegurar que os serviços a serem executados sejam fiáveis, seguros e decorram na mais rigorosa observância dos mais elevados padrões de higiene e segurança no trabalho.

Só assim é que as PME poderão prestar serviços industriais que incluem trabalhos de revestimento em embarcações, executar tarefas submarinas, reparações navais, construção personalizadas, serviços de perfuração, pintura e isolamento.

Também estão abertas oportunidades no domínio da construção e engenharia, onde poderão participar na construção submarina, fornecimento de cimento, maquinaria, equipamentos submarinos, serviços e ferramentas, fabrico e engenharia, para além do fornecimento de equipamento e material de construção.  Leia mais...

Texto de Idnórcio Muchanga 

idnóThis email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.


Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 61,72 62,95
ZAR 4,18 4,26
EUR 68,69 70,06

18.10.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 453 visitante(s) ligado(s) ao Jornal