O Governo e o consórcio Mozambique Rovuma Venture (MRV) anunciam na terça-feira em Maputo, a Decisão Inicial de Investimento para o projecto Rovuma LNG, na província de Cabo Delgado.

O projecto irá produzir, liquefazer e comercializar gás natural de três reservatórios do Complexo Mamba, localizado no Bloco da Área 4 da Bacia do Rovuma.

De acordo com o calendário já conhecido, espera- -se que a Decisão Final de Investimento seja tomada em 2020. Segundo um comunicado do Ministério dos Recursos Minerais e Energia, enviado ao domingo, o anúncio será feito pelo Presidente da República, Filipe Nyusi. Este anúncio acontece três meses após a aprovação do Plano de Desenvolvimento (POD) pelo Governo de Moçambique e irá marcar o desembolso dos investimentos iniciais para o começo das actividades que culminarão com o arranque da produção de cerca de 15,2 milhões de toneladas, por ano, de gás natural Liquefeito, a partir de 2023.

Durante a fase de produção, o projecto Rovuma LNG espera fornecer cerca de 17 000 toneladas por ano de Gás de Petróleo Liquefeito (GPL), a partir dos recursos da Área 4, o que representa actualmente 50 por cento das importações de GPL para o país. Com isso, irá melhorar significativamente o acesso a energia. Leia mais...


Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 61,11 62,29
ZAR 4,16 4,24
EUR 67,19 68,49

12.09.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 321 visitante(s) ligado(s) ao Jornal