Novo treinador dos Mambas até final do mês

O substituto do português Luís Gonçalves no cargo de seleccionador nacional de futebol será conhecido dentro de duas ou três semanas, segundo deu a conhecer o presidente da Federação Moçambicana de Futebol (FMF), Feizal Sidat.

De acordo com Sidat, estão arrolados alguns treinadores moçambicanos e estrangeiros mas de momento ainda não há decisão, pois esta carece de uma reflexão profunda.

“Penso que dentro de 14 ou 21 dias teremos o nome do novo seleccionador nacional. Estamos em contacto com alguns estrangeiros, mas também há nacionais que estão a ser cogitados. É um dossier que temos de resolver rapidamente, pois temos compromissos que se avizinham. Temos eliminatórias do CAN-Interno e do Mundial-2022”, disse Sidat.

Desde que a FMF despediu Luís Gonçalves a 31 de Março, na sequência da derrota frente a Cabo Verde que ditou o afastamento dos “Mambas” do CAN-2021, prova que terá lugar próximo ano nos Camarões, vários nomes têm sido apontados ao cargo deixado vago pelo português, destacando-se os nacionais Chiquinho Conde e Dário Monteiro e os portugueses Norton Matos, Luís Filipe Carvalha (Litos) e o luso-moçambicano Daúto Faquirá.

“Não vamos decidir a quente, pois temos compromissos importantes já em Junho. Temos a qualificação para o Mundial a partir de Junho. Apesar de não ser uma competição muito ao alcance de Moçambique, temos de chegar a esses jogos bem preparados, por isso iremos avançar rapidamente para a contratação do novo seleccionador”, explicou.

Luís Gonçalves foi demitido depois de terminar em último lugar do Grupo “F” do acesso ao CAN-2021, com quatro pontos, frutos de uma vitória, um empate e quatro derrotas. (Fim)

Classifique este item
(0 votes)