Nacalenses deram lição do bem defender

O Ferroviário de Nacala veio a Maputo arrancar um empate sem golos diante do seu homónimo de Maputo, que entrou favorito no jogo referente à terceira jornada do Moçambola-2021. E foram os “donos da casa” que tiveram as primeiras iniciativas de ataque, ante um adversário que desde o primeiro minuto mostrou que entrara para o jogo com a missão de dificultar o seu adversário, defendendo com tudo e todos.

De forma sucessiva, o guarda-redes Wilson foi chamado a impedir que a equipa de Daude Razaque chegasse ao golo, primeiro a responder, com uma defesa difícil, ao remate de Tununu, num livre directo, depois negando que o remate de Kito tivesse melhor encaminhamento.

Seguidamente, um “petardo” de Fokem foi embater na base do travessão de Wilson e na jogada seguinte Kito também acertou no poste direito do “keeper” de Nacala, num período em que a equipa da casa era a que mais se preocupava em alterar o curso dos acontecimentos, sendo que o seu adversário multiplicava- -se para “fechar as linhas” para as incursões do seu oponente, que ainda assim, de forma tímida, tentou sem discernimento chegar ao ataque.

Classifique este item
(0 votes)